Casa > Tudo sobre plataformas CMS > Tutoriais Wordpress > Como criar um blog no WordPress em 2021 [Passo a passo] - PT

Como criar um blog no WordPress em 2021 [Passo a passo] - PT

Você é novo no blog e está procurando maneiras de criar um blog??

Criar um blog pode parecer opressor para uma pessoa sem experiência e sem conjunto de habilidades no nicho. Contudo, não é tão difícil quanto você pode pensar.

Plataformas como o WordPress tornam a tarefa muito mais fácil, já que você não precisa escrever código e construir seu site do zero.

Tudo que você precisa fazer é estudar como o WordPress funciona para configurar seu blog. Fornecemos este artigo instrutivo para ajudá-lo ao longo do caminho. assim, respire fundo e examine cuidadosamente o 10 passos abaixo.

Índice [ocultar]

  1. Por que você está criando um blog??
  2. Escolha WordPress como sua plataforma CMS
  3. Como criar um blog: Passos Iniciais
  4. Como definir as melhores configurações de blog do WordPress
  5. Usando o Editor do WordPress para criar um blog
  6. Crie páginas em seu blog WordPress
  7. Como escrever sua primeira postagem
  8. Como criar sua estratégia de conteúdo?
  9. Comece com o SEO do WordPress (Técnicas de SEO)
  10. Como promover seu blog
  11. Como monetizar seu blog

Por que você está criando um blog??

Por que você está criando um blog?

Defina o seu nicho

Por que você está criando um blog??

Esta questão parece bastante direta, mas requer reflexão e atenção dedicadas. Uma série de razões podem estar influenciando sua decisão, como ganhar dinheiro ou compartilhar experiências pessoais. Ou porque não ambos?

Dependendo da sua experiência ou hobby atual, você deve escolher um nicho pelo qual é apaixonado.

Paixão significa inspiração, e você deve se sentir inspirado enquanto trabalha em seu novo projeto. Qual é o ponto em fazer algo que você NÃO está entusiasmado, de qualquer forma?

Contudo, paixão e inspiração não são suficientes.

O nicho do seu blog e os tópicos sobre os quais você vai escrever devem ser intrigantes para o seu público. Você deve pesquisar os tópicos e verificar se eles são dignos de tráfego.

sim, o volume de tráfego é certamente uma palavra-chave no processo de criação de blogs de sucesso!

Você também deve considerar cuidadosamente se deseja ganhar dinheiro com publicidade. Nesse caso, visam um nicho mais amplo que atrairá um maior volume de tráfego.

Claro, não há verdade absoluta, e a única coisa certa aqui é que você precisa pesquisar em profundidade antes de iniciar o processo.

Siga estas dicas para iniciantes

Temos algumas outras dicas úteis para compartilhar com você no início de sua jornada de blogging:

  • Considere o seu conhecimento, experiência, e perícia. Pode ser mais inteligente usar seu conhecimento atual como a base de seu projeto.

    Por aqui, o que você tem como experiência será colocado em prática e você terá espaço para um maior desenvolvimento à medida que avança.

    Você também pode configurar o site para gerar receita expandindo seu horizonte enquanto faz algo que você gosta.

  • Considere a possibilidade de vender seu site no futuro. Sites com um bom nome de domínio e propósito claro vão de centenas a milhares de dólares.

    Você pode querer analisar a demanda e, portanto, a probabilidade de alguém comprar seu blog.

    Isso significa analisar o tópico em busca de tendências que serão populares no futuro, como realidade virtual, nano-tech, Veículos elétricos, IoT (Internet das Coisas), etc.

  • Considere selecionar um nicho lucrativo para o seu blog. Selecionar o nicho para o seu site é um assunto muito importante. De acordo com o modelo de marketing “Escopo de Penetração”, segmentar um nicho mais novo e pouco desenvolvido significa uma penetração mais fácil, e, portanto, pode ser mais fácil ter sucesso.

    Além disso, você tem uma chance muito maior de ficar por dentro dos resultados do Google.

  • O que você está disposto a investir para criar um blog? É uma etapa muito importante ter uma ideia clara do que você está disposto a pagar pelo seu site..

    E não estamos falando apenas de fundos, mas tempo investido também. Se seu site está melhorando a cada mês, então você deve continuar investindo tempo e dinheiro, porque esses são fortes indicadores de sucesso futuro.

Escolha WordPress como sua plataforma CMS

Escolha o wordpress como seu cms

Apesar do fato de existirem muitos sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMSs), é altamente recomendável usar o WordPress.

Depois de tudo, é a plataforma mais popular e amplamente adotada.

De acordo com Estatísticas W3Techs, o WP CMS é usado por 62.7% de todos os sites com CMS conhecido. Isto faz 35.9% de todos os sites na web. Versão do WordPress 5, em particular, é usado por 72.5% de todos os sites que usam a plataforma.

A tendência histórica também mostra que a implantação do CMS está crescendo constantemente e que a plataforma é usada por mais sites quando comparada ao Joomla e Drupal.

A escolha vem com outra decisão importante que moldará sua futura experiência de blog.

Você deve ir com WordPress.com ou WordPress.org?

Qual é a diferença entre WordPress.com e WordPress.org?

A plataforma WP CMS é uma das plataformas de software mais populares para a construção de blogs e sites.

Por ser gratuito e de código aberto, é fácil para blogueiros experientes e inexperientes modificá-lo de acordo com suas necessidades.

O pacote de software principal está disponível para qualquer pessoa em WordPress.org, e também pode ser instalado como parte de um pacote de um provedor de hospedagem na Web.

WordPress.com também oferece suporte ao software principal. Uma empresa chamada Automattic, criado por um dos fundadores do WordPress fez o domínio.COM para hospedar sites baseados em WP.

Lembre-se de que se for com .com, você não terá que instalar o software, pois ele já está incluído.

Se o resultado final for o mesmo, você pode perguntar “Por que importaria qual dos dois eu escolher"?

A resposta é que é MUITO importante porque definirá o controle que você tem sobre seu site ou blog. Nosso conselho é que você opte pela plataforma auto-hospedada WordPress.org, porque ela lhe dá toda a liberdade de que você precisa.

Observe que ter um site auto-hospedado é como ter sua própria casa. A auto-hospedagem de um site significa que você tem acesso a todos os arquivos relacionados a um site. A vantagem é que você pode fazer isso a qualquer momento, de qualquer maneira que você achar melhor.

Um site auto-hospedado tem seu próprio nome de domínio e é hospedado por um provedor que tem um espaço específico reservado para esses sites auto-hospedados.

Você pode personalizar seu site a qualquer momento.

Longa história curta, WordPress.com é um excelente exemplo de plataforma hospedada que roda no software WordPress mencionado anteriormente, mas o WordPress.org oferece um pacote de sites WordPress disponível para download para que você possa executá-lo em um site de auto-hospedagem.

Recursos do WordPress.com e WordPress.org

Temas

Todo site WordPress lá fora tenta ser único. Os temas são a única coisa que pode mudar a aparência de um site em um instante, selecionando um da lista de pré-fabricados.

Você está preso aos temas criados pelo WordPress se não pagar pelo Premium. Se você pagar por isso, você também pode selecionar um tema criado fora do WordPress.

O WordPress.org dá aos usuários a liberdade de instalar e personalizar temas da forma que desejarem, e temas também podem vir de fontes externas.

Temas gratuitos e premium podem ser modificados através do painel do administrador, ou designers experientes podem alterar diretamente os arquivos para uma personalização mais profunda.

Temas premium têm mais recursos do que os gratuitos, o que os torna preferíveis na maioria dos casos.

Plugins

O WordPress.com tem opções limitadas quando se trata de plugins. Plugins para compartilhamento de mídia social, limitado Google Analytics, Formulários de contato, e outros básicos estão disponíveis por padrão e vêm com todos os planos.

Contudo, você não pode instalar outros plugins.

O WordPress.org auto-hospedado é a melhor opção nesse sentido, pois vem com o poderoso Google Analytics, e você pode instalar qualquer plugin que quiser, sem limitações.

Os desenvolvedores da comunidade WordPress também adicionaram alguns de seus designs de código para adicionar funções específicas que não estão disponíveis no WordPress.com.

Os plug-ins são usados ​​para uma variedade de recursos:

assim, No final, se você quiser uma configuração rápida que funcione, quase não requer manutenção, e é fácil de configurar, você deve escolher o WordPress.com.

Por outro lado, se você quer a liberdade de escolha, personalização mais profunda, melhor análise, e mexer com o site mais, então você definitivamente deve ficar com o WordPress.org.

Esperançosamente, este post foi informativo o suficiente para que você possa tomar uma decisão mais simples sobre qual escolher.

De qualquer jeito, O WordPress é tão popular e grande que qualquer uma das duas plataformas que você escolher, você ainda tem opções para criar todos os sites que você acessa, nas suas próprias cores.

Você pode aprender mais sobre as duas versões do WP em nosso artigo dedicado WordPress.com Vs .org.

Como criar um blog: Passos Iniciais

Como criar um blog: Passos Iniciais

Como escolher o nome de domínio correto

Escolher um nome de domínio para seu primeiro site pode ser divertido e desafiador. Como esse será o nome pelo qual você será conhecido e descoberto on-line, você precisa escolher com cuidado.

Você será o proprietário desse nome enquanto continuar pagando a taxa anual. Você deve estar ciente de que os nomes de domínio mais competitivos terminam com o “.com” extensão, e eles podem não estar disponíveis ou podem ser bastante caros.

Não obstante, isso não deve desencorajá-lo, pois há mais de 450 extensões de domínio à sua disposição.

De fato, o nome de domínio do seu site pode ser o país- ou nicho específico. O que quer que você faça, você deve pensar de uma maneira amigável para SEO.

Think SEO

Colocar as palavras-chave mais procuradas em seu nome de domínio é algo que não funciona. Em outras palavras, se o seu nome de domínio contiver (Muito de) palavras-chave, isso não ajudará seu blog a partir de uma perspectiva de SEO.

Criar uma lista de palavras-chave e estratégia é uma tarefa separada (e um tópico para outro tutorial, para esse assunto).

assim, qual domínio você deve escolher? Se você está iniciando um blog pessoal, você sempre pode usar seu próprio nome. Em qualquer outro caso, deve ser cativante e fácil de lembrar.

O melhor cenário é escolher um nome de domínio que seja auto-explicativo e memorável.

Aqui estão algumas dicas que você pode seguir; eles são válidos em quase todas as situações:

  • O nome do domínio deve ser curto;
  • O nome do domínio deve ser fácil de lembrar;
  • Você pode optar por palavras fáceis de soletrar;
  • Você pode escolher um domínio "brandable";
  • Faça uma verificação no histórico do domínio para ter certeza de que está limpa;
  • O nome de domínio pode estar relacionado ao seu nicho de blog específico.

assim, vamos elaborar um pouco sobre alguns dos pontos acima.

O que é um domínio de marca?

Dependendo da sua estratégia geral, você pode optar por um domínio de marca. Como explicado por Novanym, “Nomes de domínio com marca são endereços da web que foram criados e registrados, mas ainda não são usados ​​como sites da empresa.

Esses nomes de domínio foram projetados com distinção, cativante, e imaginação em mente, pronto para ser adotado por uma marca adequada. Mais crucialmente, já existe, mesmo que seu negócio homônimo não o faça. "

Por que você deve escolher um domínio que seja fácil de soletrar?

Se você deseja criar e manter um blog, você definitivamente descobrirá que existem três tipos principais de tráfego pelos quais as pessoas acessam um site:

  • Tráfego de pesquisa, que vem de mecanismos de pesquisa como o Google, Bing, e DuckDuckGo;
  • Tráfego de referência, que vem de clicar em links para o seu blog;
  • Tráfego de digitação, que é quando um usuário digita seu nome de domínio na barra de pesquisa do navegador.

Tráfego digitado

Tráfego de digitação, Contudo, é especialmente atraente para os proprietários de sites e blogs. Isso significa que os usuários conhecem seu site pelo nome.

Contudo, esse tipo de tráfego vem com o risco de erros de digitação, incluindo pontos ausentes e letras ausentes, e letras transpostas e "próximas letras".

Digitando incorretamente o nome do seu blog, o visitante é uma causa perdida. Mas isso não é o pior que pode acontecer, já que seus concorrentes podem encaminhar os nomes digitados incorretamente para seus próprios blogs.

Ou os erros podem estar encaminhando seu visitante em potencial para um malware de um site de phishing. Como você pode evitar todos esses cenários ruins?

O chamado “tráfego de digitação” pode ser contornado se você decidir investir um pouco mais de dinheiro e tempo para reunir os erros de digitação mais comuns relacionados ao seu nome de domínio.

Depois de descobri-los, você pode registrá-los também, e aplique o encaminhamento de domínio gratuito para redirecionar o tráfego de erros de digitação para o nome de domínio correto.

Quanto ao nome de domínio relevante para o seu nicho, acreditamos que isso é auto-explicativo. Você deseja que seus leitores associem o nome de domínio do seu site ao seu conteúdo.

O que é hospedagem compartilhada

O termo hospedagem compartilhada refere-se a um serviço de hospedagem na web em que um único servidor físico hospeda vários sites.

Como muitos usuários utilizam os recursos de um único servidor simultaneamente, seus custos são baixos. Quando um site é construído com hospedagem compartilhada, seus arquivos serão mantidos em um servidor que hospeda as informações de alguns outros sites.

Isso significa que o mesmo servidor será responsável por fornecer as informações de todos os sites hospedados nele. Servidores compartilhados podem hospedar centenas de usuários.

Cada cliente do servidor de hospedagem compartilhada tem acesso a recursos como bancos de dados, espaço em disco, tráfego mensal, FTP contas, contas de e-mail, e outros complementos, dependendo do seu plano pessoal.

Como os recursos do sistema são compartilhados é sob demanda e cada cliente obtém uma porcentagem dos recursos de RAM e CPU.

Longa história curta, hospedagem compartilhada é a maneira mais econômica de colocar seu site online, já que existem muitas pessoas que contribuem para os custos.

Este tipo de hospedagem é realmente bom para um pequeno site de blog que não requer configurações avançadas ou alta largura de banda.

Você pode pular para o nosso artigo especializado dedicado a os melhores provedores de hospedagem compartilhada do mundo.

Também podemos orientá-lo no processo de instalando WP em hospedagem compartilhada.

Escolha sua hospedagem localmente

Se o blog que você está iniciando estiver vinculado a uma empresa local, então você definitivamente deve considerar a melhor opção de hospedagem para esse mercado específico.

Em outras palavras, a primeira coisa que você deve saber é que, dependendo de você estar iniciando um site local ou internacional, existem diferentes abordagens para considerar e implementar.

A primeira dica é bastante lógica: procure um servidor ou um data center localizado naquele país específico. A localização é crucial quando se trata de um público local, pois garante velocidade e confiabilidade.

Poderia até melhorar o SEO do seu site. Você também deve considerar a moeda local e os regulamentos legais.

Cada país tem suas especificidades quando se trata de leis e regulamentos, e você deve conhecer os do país em que deseja expandir seus negócios e público.

É altamente importante escolher a melhor opção em relação à relação custo-benefício, Apoio, suporte, e vantagens adicionais para o cliente.

Depois de escolher seu provedor de hospedagem, mantenha contato, e procure toda a assistência necessária - alterando as configurações de DNS, enviando e indexando seu site, conectando um programa FTP.

E lembre-se de que o arranjo inicial dos seus arquivos provavelmente está incluído no pacote pelo qual você pagará.

Como configurar sua hospedagem na web e nome de domínio?

Pouco explicado, um serviço de hospedagem na web permite que pessoas como você tornem seus sites acessíveis através da web.

Essas empresas são criadas para fornecer espaço em um servidor pertencente ou alugado para uso dos clientes, bem como fornecer conectividade com a Internet, geralmente em um data center.

Depois de selecionar e tranquilizar seu nome de domínio, chega o momento de escolher o seu serviço de hospedagem.

Lembre-se de que o desempenho do seu blog depende do provedor de hospedagem, pois é responsável pelo seu site está sempre disponível. É também onde todos os seus arquivos são armazenados online.

Você sabia que a maioria das empresas de hospedagem oferece serviços gratuitos de registro de domínio?

De você claro, você pode optar por manter seu nome de domínio na empresa registradora, o que significa que será separado da sua conta de hospedagem. Acreditamos que é mais fácil manter tudo sob uma conta - a conta de hospedagem - para manutenção e gerenciamento mais eficientes.

Se você decidiu usar o WordPress.org, então você tem que estar procurando Hospedagem WordPress.

Já que o motivo pelo qual você acessou nosso artigo é para aprender como iniciar um blog, assumimos com segurança que você é um novato.

Nosso conselho para um novo blogueiro é escolher uma conta gerenciada de hospedagem WordPress (Hospedagem Compartilhada), como investir em um serviço de hospedagem mais caro (VPS, servidor dedicado, etc.) não pague quando você está começando.

O preço comum da hospedagem na web é de cerca de US $ 10 / mês, de modo que a razão pela qual oferecemos um preço especial de SiteGround, e você pode obter a hospedagem WordPress gerenciada mais rápida por apenas US $ 5,99 / mês com SSL grátis, CDN, PHP 8, etc.

Nota. Queremos ter certeza de que você sabe que os links de hospedagem são afiliados e recebemos uma pequena comissão em cada compra sem nenhum custo adicional para você.

Ao invés disso, você obtém hospedagem a um preço especial com um certificado SSL grátis, CDN, e uma garantia de reembolso de 30 dias, então você pode se sentir livre para experimentar a hospedagem por um mês.

Para começar a hospedar seu blog WordPress, vamos para SiteGround e escolha seu plano.

criar um blog obtendo um plano de hospedagem de site

Depois de escolher seu plano de hospedagem, você precisa digitar o nome de domínio do seu site.

Tenha uma ideia clara do nome de domínio do site. Por exemplo, uma boa dica é torná-la curta e com palavras-chave específicas.

crie um blog obtendo um nome de domínio do SiteGround

Em seguida, digite suas informações de conta e cliente nos campos apropriados.

preencha informações de hospedagem

Quando você preenche suas informações, insira suas informações de compra, como número do cartão, PayPal, etc.

Pagamento de hospedagem de site

Você concluiu com êxito as etapas de compra da hospedagem WordPress gerenciada pelo SiteGround.

criar um blog comprando hospedagem de sites

Como escolher o seu tema WP

Esta etapa é sobre como escolher o design e o layout do seu site. Este passo é tão importante quanto o resto. O layout do seu site é a sua cara, e você quer que seja atraente, amigo do usuário, e intuitivo.

Você quer que seus visitantes sejam felizes, e o design do seu site é a chave para essa felicidade. Claro, as informações que você fornecerá também são um elemento-chave.

Contudo, não é apenas importante o que você está dizendo, mas como está dizendo. Você quer que seus visitantes confiem em você e aceitem você, seja amigável.

Depois de instalar a plataforma, comece a procurar o tema certo para o seu blog. O tema não deve apenas parecer incrível, mas também deve ser prático, atender às suas necessidades de conteúdo e ser consistente com seu nicho.

Antes de selecionar um tema, siga essas dicas:

  • Leia atentamente a descrição que lhe dará uma boa ideia dos recursos e funcionalidades do tema;
  • Dê uma olhada nas avaliações do tema visíveis no início da visualização e nos detalhes do tema. Pareceres (de outros blogueiros) importam;
  • Visualize o tema em uma demonstração para ver se ele combina com as necessidades e ideias gerais do seu conteúdo;

    Considere a capacidade de resposta do tema como um sinal de sua escolha. Um bom tema tem um design responsivo que funciona em computadores e dispositivos móveis. Isso também é importante para o Google (e você quer agradar ao Google).

Você deve ir com um grátis, Prêmio, ou tema personalizado?

Esta é uma excelente pergunta, de fato. A resposta depende inteiramente das necessidades do seu blog ... e da sua visão. Os temas gratuitos são gratuitos, mas é muito provável que eles não atendam às suas visões e expectativas.

Temas premium, por outro lado, têm uma ampla faixa de preços e muito mais a oferecer e são criados por desenvolvedores e sites de demonstração especializados. Você pode investir em uma licença de uso único a partir de $30 até $300 ou mais alto.

Temas personalizados podem ser criados por desenvolvedores freelance ou agências. Esses temas requerem conhecimento de codificação e design. Com o objetivo de criar um tema personalizado, um tema existente também pode ser personalizado.

Esta é definitivamente uma opção que vale o seu tempo, dinheiro, e esforço, mas pode não ser o ideal para iniciantes. Sua escolha depende inteiramente do seu orçamento.

Como definir o WordPress em sua hospedagem

Configurar o WordPress na hospedagem SiteGround é muito fácil de fazer. SiteGround otimizou sua hospedagem WordPress gerenciada para facilitar a instalação do WP. É por isso que recomendamos o uso do SiteGround em seu site.

Como uma etapa inicial, vá para o painel do SiteGround. Faça login na sua conta e clique em “Local na rede Internet”. Toque para o “Completo” como mostrado abaixo.

criar um blog no painel de controle do site

Selecione “Iniciar um novo site” e escolha WordPress se estiver planejando criar um blog. Se você deseja criar uma loja online, escolha WordPress + WooCommerce.

escolha a plataforma cms em hospedagem de sites para criar seu blog

Quando você escolhe WordPress como sua plataforma CMS, então você precisará criar um novo login para o seu site. Quando terminar, clique “Continuar”.

criar um blog

Aqui você pode adicionar alguns recursos adicionais quando estiver pronto, clique “Terminar”.

termine a instalação do wordpress através do SiteGround

Depois que você já tiver concluído todas essas etapas, digite “nomedousuário.com/wp-admin/” em seu navegador e faça o login usando o e-mail e a senha do WordPress que você criou anteriormente.

entre no seu blog WordPress

É isso, você já está no seu site WordPress, que está esperando para ser personalizado. Na próxima etapa, você descobrirá como trabalhar com os editores WP, é necessário usar um construtor de sites.

Agora, vamos seguir em frente!

Como instalar os plug-ins do WordPress

Depois que você estiver pronto com a instalação do tema, a próxima etapa é adicionar plug-ins ao seu blog WordPress.

É realmente fácil adicioná-los. O WordPress tem milhares de plug-ins e widgets gratuitos sobre tudo o que você quiser.

Por exemplo, você pode adicionar plug-ins de contagem regressiva, plugins de cronômetro, formulários de contato, plugins pop up, e tudo o que aparecer em sua mente.

Adicionar um plugin do WordPress ao seu blog é semelhante à forma como adicionamos o tema. Vá para o painel do WP “Plugins”“Adicionar novo”E procure o plugin que você deseja.

Depois de escolher o plugin que deseja, clique em “instale agora”E então ative-o.

instalar plugins do WordPress

Como definir as melhores configurações de blog do WordPress

Até agora, nós criamos nosso blog em um nível fundamental. Você sabe como obter um nome de domínio, hospedagem na web, instale o WordPress em seu host, escolha um tema, e instalar plugins.

Antes de começarmos com a página e a criação da postagem, existem algumas configurações básicas do WordPress que precisamos configurar. Agora vamos começar!

Os permalinks, também conhecidos como URLs são os endereços da web do conteúdo do seu site. É basicamente um código pelo qual as pessoas podem entrar no seu site.

Existe uma opção nas configurações do WordPress que permite que você escolha a estrutura de seus permalinks.

Por padrão, WordPress definir um “Avião” Estrutura de URL, que representa algum tipo de número aleatório. Essa estrutura é a pior opção que você pode escolher porque não informa aos mecanismos de pesquisa nada sobre o conteúdo do URL. Em outras palavras, não é bom para o SEO do seu site.

configuração de permalinks em seu blog

A melhor opção que você pode escolher é “Nome do post” com isso, a URL será igual ao nome de seu conteúdo.

Visibilidade do mecanismo de pesquisa

WordPress tem uma opção para sites privados ou portfólios pessoais. Esta opção simplesmente desencoraja os mecanismos de pesquisa de indexar seu conteúdo.

torne o motor de busca do seu blog visível

Certifique-se de nunca marcar esta opção, se você quiser ter um site próprio.

Como personalizar sua página inicial

Ter uma página inicial bem personalizada é muito importante para a experiência do usuário do seu site.
WordPress tornou mais fácil usando seu personalizador.

Basta ir para Aparência –> Customizar, e então experimentar. Certifique-se de que o personalizador WP padrão tenha oportunidades limitadas. A melhor maneira de obter um design impressionante para o seu site é usando um construtor de sites.

personalize seu blog

Como criar um menu de navegação

Ter um menu de navegação em seu site é outro recurso importante que deve ter. Ele fornece links rápidos para o conteúdo mais importante do seu site, e pode ser personalizado facilmente através do seu tema.

Se você deseja adicionar um menu de navegação, vamos para Aparência –> Menus –> Adicionar um menu.

adicione o menu de navegação ao seu blog

Usando o Editor do WordPress para criar um blog

Usando o WordPress Editor para criar seu blog

WordPress é a plataforma CMS mais usada quando se trata de construção de sites. Ele oferece muitos recursos e oportunidades, mas tem uma desvantagem bastante significativa.

Os editores de página que a plataforma oferece são simples, mas contar apenas com eles anulará a chance de criar um blog com vários estilos e layouts.

O editor clássico de WordPress tem um processador de texto e permite que você adicione texto, imagens, códigos, e modos visuais. Você não é capaz de criar o que quiser.

Contudo, com o 5.0 versão do WordPress, eles lançaram um novo editor – Gutenberg.

Editor Gutenberg vs Editor Clássico – A diferença

O editor Gutenberg está vindo com o WordPress por padrão. Ao contrário do editor clássico, com Gutenberg, você tem a oportunidade de visualizar o que está criando instantaneamente.

Você pode fazer praticamente o mesmo com o editor clássico, alternando de texto para visual, mas aí vem o problema, às vezes você pode criar deslocamento de texto e problemas de dimensionamento.

Editor Gutenberg WordPress

Com o editor de Gutenberg, seu conteúdo é separado em blocos, que te ajudam com a personalização do texto. Além do editor de Gutenberg, você tem padrões pré-fabricados, como botões, blocos de vídeo, blocos de imagem, etc.

O editor permite que você personalize cada elemento separadamente. Por exemplo, cada parágrafo pode estar em um bloco de conteúdo diferente, tornando mais fácil reajustar seu tamanho, Mova isso, ou apenas edite-o.

editor classsic WordPress

Contudo, até o editor de Gutenberg é muito mais avançado do que o clássico, você ainda tem limitações em relação à personalização do site.

WordPress não é o CMS mais usado por causa de seus recursos e opção de personalização, mas por causa da variedade de plug-ins, temas, e construtores que podem trabalhar com isso.

Escolha um construtor de sites para o seu blog WordPress

Construir seu blog WordPress sem um construtor de sites pode se tornar um desafio, especialmente se você deseja criar um design atraente em seu site.

Os editores integrados do WordPress podem fornecer uma base bastante sólida, mas o objetivo não é tornar seu site atraente com um design alucinante, mas dar a seu conteúdo rico.

Se você deseja criar páginas atraentes com um design gigantesco, recomendamos usar o Divi Builder para criar e personalizar suas páginas e postagens.

divi construtor de sites

Claro, você pode verificar nosso artigo com os melhores construtores de sites, onde fornecemos resenhas da drag mais famosa & drop page construtores e software.

Agora que você conhece o básico dos criadores de WordPress, é hora de passar para a parte técnica e aprender como criar páginas e posts no WordPress.

Crie páginas em seu blog WordPress

crie páginas no seu blog wordpress

Quando se trata de criar páginas no WordPress, você tem duas opções diferentes.

Se você tem um blog e postando novos ou artigos diários, você precisa criar uma postagem. Você precisa criar uma página ao criar páginas de destino, ou páginas como Sobre nós, Contatos, ou página inicial, por exemplo.

Ao contrário das páginas, as postagens podem ser organizadas em categorias e tags.

Páginas que você deve ter em seu site

Existem algumas páginas essenciais que você deve ter em seu site.

Pagina inicial

A página inicial é uma apresentação do seu site. É a primeira coisa que os clientes do seu site veem quando o visitam. Pode ser bem personalizado e organizado.

É essencial ter o que há de mais importante em seu site. UMA interface amigável também é necessário para ter uma melhor experiência do usuário.

Quando você inicia seu blog WordPress, a plataforma cria automaticamente uma página inicial padrão com um design bastante simples que precisa ser personalizado.

Antes de começar a personalizar sua página inicial, você precisa considerar algumas coisas.

Escolha um tema que suporte modelos de página inicial: Você vai economizar muito tempo se usar uma página inicial pré-fabricada com suporte para o seu tema WordPress.

Arraste & soltar construtor de páginas: Se você deseja criar uma interface de aparência legal, o construtor de páginas é a melhor opção que você pode escolher.

Isso o ajudará a criar um design impressionante para seu site. Se você escolher usar o Tema Astra, você pode combiná-lo com Elementor.

Para obter um tema e um construtor de sites em um, melhor considerar escolher Divi como seu construtor de site.

Sobre a página

Criar e ter uma página Sobre é uma ótima maneira de familiarizar seus clientes e visitantes do site com sua atividade.

Você pode descrever o que eles podem encontrar em seu site e fornecer algum conteúdo emocional, por exemplo, sua história ou, se você é uma pessoa individual, algo sobre sua vida e como você foi inspirado para iniciar sua empresa.

A página Sobre precisa ter uma boa aparência e convencer as pessoas de que elas estão no lugar certo.

Página de contato

Ter uma página de contato em seu site é de grande importância porque é quando você recebe as informações essenciais sobre seus visitantes e os torna clientes.

A melhor maneira de criar sua página de contato é adicionar um formulário de contato onde seus clientes podem preencher seu e-mail e enviar uma mensagem para você.

A melhor maneira de criar um formulário de contato é usando WPForms. Você pode usá-lo para adicionar quaisquer formulários necessários ao seu site.

Crie páginas com o Editor Clássico (Páginas de blog)

Criar uma página com o editor clássico do WordPress é uma tarefa bem simples que até um novato pode fazer.

Primeiro, vá para sua Painel WordPress, então Páginas –> Adicionar novo.

crie uma página com o editor clássico do WordPress

Depois que você estiver aqui, personalize sua página adicionando título e conteúdo. Você também pode usar os atributos da página para criar um link, texto em negrito, adicione uma imagem, etc.

Se você estiver usando um tema específico do WordPress, você pode ter um modelo personalizado que terá uma aparência diferente.

Depois que você estiver pronto com a criação do conteúdo, a última coisa que você precisa fazer é publicar seu trabalho. Você também tem a opção de visualizá-lo antes de publicá-lo.

Crie páginas com Gutenberg (Páginas de blog)

Criar uma página com o editor Gutenberg pode fornecer melhores oportunidades de personalização e um design mais sofisticado do que fazê-lo com o clássico.

Para fazer este trabalho, primeiro, você precisa ativar o plugin Gutenberg e definir é um editor padrão.

Depois disso, de novo vá para o seu painel de controle –> Páginas –> Adicionar novo.

Como você pode ver, há uma diferença significativa entre os dois editores. Com o de Gutenberg, você tem uma grande variedade de elementos de página, opções de personalização, blocos de conteúdo, etc.

Aqui você pode adicionar seu conteúdo adicionando blocos de conteúdo e organizar seu texto de uma maneira melhor. Você também pode adicionar facilmente botões e animações de vídeo.

Se você ativar o editor Gutenberg e não vir seus atributos na página, clique no botão “mais sinal“, e você verá todos os atributos, separados em duas seções – Blocos e padrões.

Depois de preencher sua página com conteúdo, a publicação acontece de forma semelhante à clássica.

Como escrever sua primeira postagem

como escrever sua primeira postagem de blog

Escrever e criar sua primeira postagem no blog são coisas diferentes.

Esta etapa é dedicada ao lado mais técnico da pós-criação. Lembre-se de que você deve ter uma ideia clara do tópico que irá cobrir antes de escrever sua postagem no blog. Fazendo isto SEO-friendly também é crucial.

Crie sua postagem com o Editor WordPress Clássico

Tecnicamente, criar uma postagem com o editor clássico em seu blog WordPress pode ser muito fácil se você tiver seu conteúdo pronto para ser colado na folha branca.

Primeiro, vá para sua Painel WP, então Postagens –> Adicionar novo.

Quando você está no “Criar uma postagem” página, você pode notar que tem praticamente o mesmo layout de quando estávamos criando nossas páginas com o editor clássico.

Você precisa adicionar um título, e sob o “Adicionar Título” caixa, você tem o menu de bootstrap, através do qual você pode acessar os códigos HTML de uma forma mais rápida apenas clicando nos ícones.

Se você está pronto com seu conteúdo, você pode colá-lo na folha branca, personalizar os títulos, e destacar o que você quer.

Além disso, você pode importar imagens e vídeos clicando no “Adicionar mídia” ícone. Para melhor desempenho em seu site, otimize suas imagens.

como adicionar imagens ao seu blog

Crie sua postagem com o Editor Gutenberg

Depois de instalar e ativar o editor Gutenberg, de novo vá para o seu painel de controle –> Postagens –> Adicionar novo.

Você verá uma grande variedade de opções para personalizar seu conteúdo de diferentes maneiras.

O lado positivo de Gutenberg é que você pode criar seu conteúdo em vários blocos de conteúdo. Crie um para cada título H2, imagens, e botões se você tiver algum. Você não precisa de nenhum conhecimento de codificação para trabalhar com ele.

Para adicionar um bloco, você precisa clicar no grande azul “+” botão, e de lá, você irá visualizar todos os blocos e padrões que você pode escolher entre.

Adicionar tags e categorias

Adicionar tags e categorias ao seu blog WordPress ajuda a organizar o seu conteúdo.

Lembre-se de que as categorias são estruturas hierárquicas que organizam seu conteúdo por relevância.

Por exemplo, você tem um blog sobre comida saudável e escreve receitas veganas.

Será relevante adicionar uma categoria – “Receitas Veganas,” que pode ser uma subcategoria de “Receitas Saudáveis.” Além disso, na categoria principal, “Receitas Saudáveis,” Você pode adicionar “Receitas vegetarianas” e “Receitas com baixo teor de glúten”Como outras subcategorias.

Você pode adicionar quantas classes e categorias desejar para hierarquizar seu site e criar relevância em seu conteúdo.

Para adicionar categorias com o Editor Clássico, você precisa estar em sua postagem. No lado direito da tela, você verá a caixa de categorias.

Clique “Adicionar nova categoria“, diga, e escolha se deseja que seja uma categoria pai ou uma subcategoria.

Do mesmo jeito, você pode adicionar novas tags ou escolher entre as já criadas.

Adicionar categorias com o Editor Clássico

Tags são usadas para descrever conteúdo específico. Adicionando-os às suas postagens, você cria relevância entre as postagens com as mesmas tags, o que significa que eles têm algo em comum.

Tenha cuidado com as tags, pois elas podem criar uma grande bagunça no seu site se você não as usar corretamente. Não os abuse.

Para adicionar categorias e tags com o editor Gutenberg, vá para a sua página de postagem, e clique no “Engrenagem” ícone no canto superior direito para acessar o menu. Em seguida, adicione suas categorias e tags, do mesmo jeito, como com o editor clássico.

Adicione categorias com o Editor Gutenberg

Assim que estiver pronto com suas tags, categorias, conteúdo, e personalização, adicione seus toques finais e clique no “Publicar” botão para tornar seu artigo visível em seu site.

Um bom hábito antes de publicar é visualizar todo o trabalho e remover quaisquer erros.

Como criar sua estratégia de conteúdo?

como criar sua estratégia de conteúdo

Depois de concluir as etapas técnicas anteriores, é hora de provocar sua inspiração e imaginação! Você chegou ao destino, que abrirá novas portas e possibilidades para você e seu blog.

Como você pode imaginar, estratégia de conteúdo é um tópico sem fim, e especialistas em SEO escreveram livros inteiros sobre isso. tem, Contudo, algumas etapas necessárias com as quais você deve começar, tal como:

  1. Definindo seus objetivos;
  2. Pesquisando o nicho (mercado), você estará alvejando;
  3. Selecione as palavras-chave que você terá como alvo; (Vá para a pesquisa de palavras-chave);
  4. Pesquisando a competição;
  5. Escolhendo cuidadosamente suas ideias de tópicos;
  6. Comece a trabalhar no seu conteúdo e seus elementos.

Como escolher seu nicho / mercado (Q&UMA)

Porque encontrar e escolher um nicho é estritamente individual para qualquer pessoa, preparamos algumas perguntas para ajudá-lo a navegar e encontrar o negócio certo.

Qual é o seu orçamento?

Estar ciente de quanto você pode gastar em seu novo projeto lhe dará clareza significativa.

Avaliar o seu orçamento irá ajudá-lo a dividi-lo entre as diferentes despesas, como hospedagem na web, Tema WordPress, Construtor de sites, plugins, empregados, designers, etc.

Dependendo do seu orçamento, você pode variar e tornar o círculo maior ou menor.

O que você quer?

Ter uma ideia em sua mente do que você deseja alcançar é a chave para o sucesso. Limpe sua mente, dar um tempo, e pesquisar os diferentes nichos.

Levando em consideração o seu orçamento, escolha o nicho que você ficará satisfeito em participar.

Quais são suas habilidades?

Combine suas habilidades com seus objetivos.

Ter habilidades como programação, marketing, ou apenas conhecimento básico da web pode se beneficiar de maneira muito diferente para o seu progresso e como o seu projeto vai começar.

É essencial ter uma base de conhecimento para construir seu projeto.

Qual é a competição?

Antes de mergulhar na água, verifique quão profundo é. Pesquise a competição do seu nicho. O bolo é grande o suficiente para todos? Você pode ter um pedaço disso?

Quando sua estratégia de conteúdo estiver pronta, a próxima etapa é a otimização do mecanismo de busca do seu site WordPress.

Todo o objetivo do SEO é fazer com que o seu site fique no topo das classificações do mecanismo de pesquisa, para receber mais visitantes e, portanto, mais tráfego.

Mostraremos como começar com WordPress SEO e implementar as melhores técnicas do seu site.

Comece com o SEO do WordPress (Técnicas de SEO)

Técnicas de SEO para WordPress

A melhor maneira de obter tráfego orgânico é usando a otimização de mecanismo de pesquisa.

Mesmo que não seja uma tarefa fácil otimizar o SEO do seu site, você obterá o tráfego mais forte e mais favorável à conversão se fizer isso corretamente. Existem muitas abordagens diferentes para tornar seu site otimizado para SEO. Vamos usar o 4 os melhores provaram que funcionam.

Claro, tenha em mente que nos diferentes nichos, o SEO pode levar mais tempo. E nos mercados mais competitivos, o SEO precisa ser muito limpo.
Nós assumiremos:

  1. SEO na página;
  2. Pesquisa de palavras-chave;
  3. Link Building;

SEO na página / SEO interno

Uma das melhores e mais úteis abordagens para classificar bem o seu site no Google é o SEO na página.

Este método de SEO ajuda você a otimizar seu site de uma forma amigável ao Google, de forma que os rastreadores podem rapidamente percorrê-lo e encontrar as informações necessárias para indexar rapidamente suas páginas da web e classificá-las em posições mais altas nos resultados de pesquisa.

O WordPress permite uma otimização mais fácil do site devido ao seu SEO, direto, e, ao mesmo tempo, interface altamente personalizável. Agora vamos entrar em ação!

Interface Simples

Tente manter a interface do seu site o mais limpa e direta possível, claro, não deve ser feio, mas a ideia principal é não ter muito pão de gengibre.

A mecânica como pop-ups, menus suspensos, e as transições precisam ser suaves e satisfatórias para os usuários. Além disso, o conteúdo precisa ser muito bem categorizado hierarquicamente.

Tudo precisa ser tranquilo e de fácil acesso para o usuário. Os artigos devem ser bem estruturados para manter os usuários em seu site. Quanto mais tempo os clientes permanecerem em seu site, o melhor para sua classificação no Google.

Link interno

O link interno é outro método adequado para dar um passo adiante na otimização de SEO. O link interno mantém todos os seus posts conectados, e não só é útil para facilitar a navegação, mas as várias postagens que você tem estão dando poder um ao outro.

Certifique-se de ter pelo menos 2-3 links internos em cada artigo ou postagem. Pode realmente melhorar o SEO do seu site.

Crie um Sitemap de seu conteúdo

Se você não tem certeza do que é um mapa do site, Aqui está:
Um sitemap é uma lista do conteúdo do seu site, principalmente contendo seus URLs.

Existem dois tipos de sitemaps: Sitemap HTML e Sitemap XML.

Significado do sitemap HTML: É uma lista de todas as páginas de conteúdo importantes do seu site. Adicionando-os ao sitemap HTML, você basicamente diz ao Google que este conteúdo poderoso. O mecanismo de busca se refere ao banco de dados e indexa essas páginas mais rapidamente e as classifica melhor.

Significado do mapa do site XML: Ao contrário do HTML, o mapa do site XML lista todos os URLs do seu site agindo como uma conexão entre o seu site e os motores de busca.

Por ter um sitemap HTML e XML, os rastreadores do mecanismo de pesquisa podem encontrar, índice, e classificar seu conteúdo com muito mais facilidade, então certifique-se de usá-los em seu blog WordPress.

Crie um índice

Implementar uma tabela de conteúdo é outra boa técnica de SEO, que o Google ama. Colocando seu “H2” e “H3” títulos em uma tabela semelhante darão a eles o poder de classificar bem como palavras-chave no mecanismo de pesquisa.

Use Alt Tags em suas imagens

Em palavras simples, as tags alt estão atuando como um tradutor para o Google. Eles descrevem o significado da imagem e o que está nela. Adicionar tags alt ajudará a impulsionar e otimize suas imagens para se classificar bem na pesquisa de imagens.

Escreva conteúdo de qualidade

Qualidade acima de quantidade!

O longo, artigos bem escritos são o conteúdo que o Google prefere. Criar um artigo de destaque com conteúdo útil será melhor classificado do que um artigo curto e rápido.

Certifique-se de estruturar bem seus artigos e observar vários tópicos relevantes. Se você acertar, com certeza, você terá uma boa classificação.

Instale um plugin de SEO

Seguir todas essas técnicas e abordagens de SEO pode ser uma tarefa complicada. Instalar um plugin de SEO ajuda a otimizar o SEO mais rápido e fácil do seu site.

Recomendamos instalar o Yoast SEO plugar. Isso ajudará você a otimizar sua postagem e suas páginas.

Se você quiser saber mais sobre Yoast e outros plug-ins de SEO, pré-visualização os melhores plugins de SEO.

Pesquisa de palavras-chave

Pesquisar palavras-chave pode ajudá-lo a entender o que obtém mais tráfego e é mais pesquisado. Usar palavras-chave adequadas para o seu nicho pode impulsionar o seu site no céu. Cada palavra-chave tem uma competição diferente e dificuldade de classificação.

Como um iniciante, é melhor começar com palavras-chave de baixa competitividade e aumentar gradualmente o nível.

Boas ferramentas para pesquisa de palavras-chave são:

  • Planejador de palavras-chave do Google – É uma ferramenta gratuita usada principalmente por sites que usam o Google Adwords;
  • Pesquisa do Google – O mecanismo de pesquisa que você está usando para comprar sapatos bonitos pode ajudá-lo a pesquisar palavras-chave para o seu site;
  • SeoStack – Esta é uma ferramenta gratuita para pesquisar palavras-chave para qualquer mecanismo de pesquisa e qualquer país. A ferramenta oferece uma ampla variedade de opções, e você pode pesquisar palavras-chave específicas para qualquer país. Pode ser instalado como uma extensão Chome;
  • Ahrefs – É uma ferramenta com maior probabilidade de fornecer informações sobre o seu concorrente, mas ao mesmo tempo, você tem um explorador de palavras-chave.
  • O edifício da ligação é um importante fator de classificação do Google, e quanto mais sites vinculados ao seu, melhor será a classificação do seu site no Google.

    O que é link building?
    É o processo de obter suas páginas da web (Postagens, artigos, etc.) ligados por outros sites. Esses tipos de links são chamados de backlinks. Construir uma massa de links em seu site não é fácil, e não pode ser feito rápido.

    Criar backlinks é o mesmo que criar relacionamentos, mas no espaço de rede.

    assim, em um relacionamento, ambos os sites obtêm valor. Ajudaria se você encontrasse links relevantes que forneçam links fortes e poderosos para o seu site. Ainda, você precisa retomar o gesto.

    Quanto maior for um site, melhor será sua classificação no Google se você receber um backlink dele.

    Existem muitos métodos diferentes para iniciar o processo de link building, e abaixo mostraremos os mais eficazes.

    Crie conteúdo de qualidade

    Como dissemos na etapa anterior, conteúdo de alta qualidade é essencial para a classificação, mas também é crucial para a construção de uma massa de ligação. Ter conteúdo significativo e de qualidade pode facilmente gerar muitos backlinks.

    Por exemplo, você pode escrever guias de procedimentos e notícias, que reunirá uma quantidade significativa de backlinks para seu site.

    Crie backlinks

    Existem algumas maneiras diferentes de criar backlinks para seu site. Você pode usar as redes sociais, coloque seu site em seus perfis, e compartilhar conteúdo significativo em páginas relevantes do Facebook e Twitter.

    Você também pode comentar em diferentes blogs e diretórios. Você pode responder perguntas no Quora.

    Este método é fácil de fazer, mas não pode servir a uma quantidade imensa de backlinks e não é tão eficaz. Ainda, é adequado para iniciantes.

    Sites de e-mail

    Para ganhar backlinks para seu site, você pode enviar e-mail para outros sites relevantes para criar um link para o seu. Este é o método mais exigente até agora, mas pode render os melhores backlinks.

    Certifique-se de que está enviando por e-mail apenas sites relevantes para o seu, porque se o conteúdo do site não se aplica ao seu em termos de conteúdo relevante, isso pode prejudicar seu site e bagunçar suas classificações.

    Blog de visitantes

    Criação de posts de convidados de alta qualidade para outros grandes sites, e vincular o seu ao conteúdo é um dos melhores métodos para obter backlinks de alta qualidade.

    Usando este método, ambos os lados ganham. De um lado, o site hospedeiro obtém conteúdo grátis, e do outro lado, você é apresentado em um site de maior destaque e recebe um backlink gratuito.

    Como promover seu blog

    promova seu blog

    Promover o seu blog é a próxima etapa para obter popularidade e tráfego. Mesmo se você tiver um ótimo conteúdo, precisa de marketing para alcançar seu público.

    A maneira mais rápida e eficaz de atingir o objetivo de obter tráfego é promovendo-o.

    Nesta etapa, preparamos as formas mais poderosas de promover o seu blog e obter muito tráfego de qualidade:

    1. Marketing de email
    2. Email Outreach
    3. Mídia social
    4. Foco no Youtube
    5. Google AdWords
    6. Atividade do blog
    7. Motor de Otimização de Busca

    Marketing de email

    Email Marketing é uma das estratégias mais antigas para promover seu site, e ainda, é um dos mais bem sucedidos. Pesquisa revela que 95% dos usuários do seu site provavelmente nunca mais voltarão.

    assim, na maioria dos casos, você tem apenas uma oportunidade de fazê-los retornar – de criação de campanhas de marketing por e-mail.

    Para iniciar essas campanhas, você precisará dos usuários do seu site’ e-mails.
    Crie uma caixa de assinatura, noticiário por e-mail, ou convencer seus clientes a participarem de um sorteio.

    Pode ser a maneira mais fácil de coletar seus e-mails.

    A próxima etapa é escolher um software de marketing por e-mail como Mailchimp.
    Isso permitirá que você crie campanhas de e-mail de forma eficiente e promova seu blog regularmente e continuamente.

    Email Outreach

    O alcance por e-mail pode ser usado para promover seu conteúdo de algumas maneiras diferentes para direcionar tráfego e backlinks para seu blog WordPress.

    A divulgação por e-mail é basicamente um dos métodos mais fáceis de promover seu blog, e ao mesmo tempo, pode ser muito eficaz.

    Você pode criar posts de convidados e anunciar seu conteúdo através de influenciadores, criando uma lista de e-mail para alcançar todos aqueles que você deseja.

    Anunciar por meio de influenciadores é uma das melhores maneiras de obter tráfego de conversação de alta qualidade. Dependendo do seu nicho, você pode entrar em contato com aqueles que são famosos e relevantes para o seu conteúdo.

    Mídia social

    A mídia social é outra estratégia poderosa que você deve implementar. É uma forma gratuita e eficaz de obter tráfego para seu site. E se você usar a mídia social corretamente, pode até impulsionar seu site no céu.

    Para comece com a promoção da mídia social, primeiro, você precisa criar perfis em todos os sites populares de mídia social como o Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest, etc.

    Um aspecto importante é que você não precisa se concentrar em todos os seus perfis de mídia social. A melhor abordagem é se concentrar em um ou dois de seus perfis e desenvolvê-los postando conteúdo de alta qualidade de forma consistente.

    Claro, se você tiver recursos suficientes, você pode postar frequentemente em todos os seus perfis e desenvolvê-los simultaneamente. Certifique-se de ter otimizado seu conteúdo com um título atraente e introdução resumida.

    Nesse caminho, quando você cria uma postagem nas redes sociais, os espectadores verão as informações mais essenciais sobre sua postagem e o que podem encontrar ou aprender nela.

    É imperativo criar conteúdo significativo para obter impressões positivas.

    Foco no Youtube

    Quando se trata de promover o seu blog WordPress, O Youtube pode ser como um universo totalmente novo, e com certeza, um dos melhores lugares onde você pode promover e criar seu conteúdo.

    É uma das maneiras mais desafiadoras de promover seu site, pois exige um trabalho exaustivo e muitos recursos.

    Ainda, pode se tornar uma fera ainda mais proeminente do que seu site, trazendo uma receita significativa.

    Se você começar com o Youtube, certifique-se de que a frase: “Qualidade acima de quantidade” está sempre em sua mente ao fazer vídeos.

    Melhor criar um vídeo por mês, mas torná-lo de alta qualidade com muito conteúdo significativo e boa otimização de SEO com uma descrição e título adequados.

    Tente ser o mais consistente possível, e uma das coisas mais importantes é criar vídeos de uma forma que você ficará feliz em assistir.

    Um fato interessante é que o Youtube pode converter até 5 vezes mais do que o Google em esferas específicas.

    Google AdWords

    A promoção paga do Google é a maneira mais fácil de obter tráfego rápido em seu blog WordPress, mas vai custar-lhe quantias significativas de dinheiro.

    Se você pensa em começar a pagar anúncios ao Google, certifique-se de ter otimizado seu site com conteúdo significativo e de qualidade adequado para conversão. De outra forma, você perderá muito dinheiro e receitas potenciais.

    Atividade do blog

    Ser ativo em diferentes blogs, plataformas, e páginas de mídia social podem ajudá-lo a trazer tráfego para seu site. Você pode responder a várias perguntas e postar seu conteúdo lá, mas não de uma forma com spam.

    Essa abordagem realmente não pode gerar muito tráfego, mas pode impulsionar seu site, especialmente se você está apenas começando com a empresa para criar um blog WordPress.

    Motor de Otimização de Busca

    Já falamos sobre SEO na etapa anterior, mas podemos dizer que é a estratégia de promoção mais confiável.

    Ele permite que seu blog seja classificado no Google e obtenha tráfego sem postar seu conteúdo em vários lugares e pagar por anúncios. Saiba mais sobre SEO na etapa anterior.

    Como monetizar seu blog

    Ganhar dinheiro com um blog WordPress é a última etapa do nosso guia. Torne o seu sonho realidade e comece a ganhar dinheiro com o seu hobby.

    Monetizar seu conteúdo pode gerar muitas receitas e fazer do blog seu trabalho. Existem alguns métodos e abordagens com os quais você pode obter uma excelente renda.

    Claro, monetização não é um processo fácil, mas é definitivamente mais fácil do que aumentar o tráfego para o seu site.

    Monetizar seu blog WordPress é a última etapa porque você precisa passar por todas as etapas anteriores e começar a gerar pelo menos 300 tráfego diário antes de implementar alguns dos métodos que preparamos.

    Aqui estão os cinco métodos mais poderosos de monetização.
    Nós os organizamos em uma ordem hierárquica, daqueles que podem lhe trazer menos receita para aqueles que podem lhe trazer uma fortuna.

    1. Google AdSense
    2. Freelancing
    3. Vender produtos
    4. Marketing afiliado
    5. Crie um produto

    Use o Google AdSense

    Como dissemos, começamos com a maneira mais fácil de monetizar seu blog.

    Você pode começar a ganhar dinheiro exibindo anúncios fornecidos pelo Google em sua rede de publicidade chamada Google AdSense.

    Você pode começar com este método, mesmo se seu site não for muito popular e não gerar grandes quantidades de tráfego.

    Além disso, se você está gerando mais tráfego para seu site, você pode conectar-se diretamente a um produto específico e anunciá-lo obtendo a receita total de anúncios.

    Freelancing

    Ser freelancer é um trabalho legal. Você trabalha quando quer e tem muito tempo livre, mas aqui está um pouco de uma situação diferente.

    Você pode usar seu blog WordPress para anunciar suas habilidades pessoais e ganhar dinheiro como freelancer. Esta é uma ótima maneira de atrair mais tráfego e construir um relacionamento com os clientes.

    Se você tem as habilidades para se tornar um freelancer, certifique-se de adicionar um “Contrate-me” página em seu site.

    Comece a vender produtos

    Vender produtos em seu blog é outra boa alternativa para começar a ter uma boa receita.

    Vender produtos em seu blog vai transformá-lo em um site de comércio eletrônico, mas com a diferença de que você pode vender produtos virtuais como e-books, imagens, programas, etc.

    Vendendo produtos virtuais, você não vai se envolver com coisas como pedidos, Remessa, fornecimento de estoque, e todas as coisas que você precisa fazer se tiver um produto físico.

    O grande problema dos produtos virtuais é que você vende o produto e ganha o dinheiro na hora, mesmo sem conhecer seu cliente.

    Nesse caso, podemos dizer que vender um produto virtual pode gerar uma receita passiva consistente, especialmente se você tiver um público maior em seu site.

    Marketing afiliado

    O marketing de afiliados é uma das melhores práticas quando você deseja monetizar seu site. Usando marketing afiliado, você basicamente gera receita vendendo coisas por meio de sua referência ou link de afiliado.

    Hoje em dia, você pode obter um link de afiliado de quase qualquer produto ou serviço. Você precisa escolher produtos relevantes para o seu site e participar de sua campanha de afiliados para obter referências.

    Em seguida, insira o link em algumas das suas postagens ou crie postagens exclusivas com foco no produto ou serviço que você vende, e quando alguém clica e compra por meio dele, você obtém receita.

    A melhor maneira de organizar seu link de afiliado, especialmente quando você empilha um número significativo deles, é instalar um plugin como ThirstyAffiliates ou usar um construtor de sites com um serviço semelhante.

    Crie um produto

    Criar um produto ou serviço é o nível mais alto que você pode alcançar no desenvolvimento de seu site. Criando seu próprio produto, você se torna independente, e você pode começar a trabalhar em um nível totalmente novo.

    Criar um produto é a maneira mais desafiadora de monetizar seu site, mas ao mesmo tempo, pode lhe trazer mais receita. Antes de começar a criação de seu produto, você precisa considerar algumas coisas.

    Você tem dinheiro para começar seu produto, e você tem popularidade suficiente em seu site para anunciá-lo?

    Se a resposta aqui for “sim”, você pode começar a triturar seu produto sem nenhum problema. Mas se a resposta for “Não”, há uma grande chance de falhar. assim, antes que você comece, certifique-se de ter feito seu ajuste de contas.

10 Comentários

  1. Aya

    Muito obrigado por este tutorial! Eu sou um novato, e aqui encontrei todos os detalhes essenciais que me ajudarão a começar a criar meu blog pessoal da maneira certa.

    Responder
  2. Nicoluas

    Bom trabalho pessoal, gostam porque mostra conselhos e sugestões puros, sem forçar produtos e serviços. Estou usando um provedor de hospedagem local na Grécia e encontrei você através de sua revisão de instalação do wordpress para Papaki.

    Responder
  3. DO

    Existe alguma maneira de criar reunião na página inicial do blog do wordpress. Estou usando tema livre. Conselho por favor?

    Responder
  4. BenEC

    Olá! Muito obrigado pelo tutorial. Posso te perguntar algo além disso? Existe alguma maneira de criar um endereço de e-mail vinculado a um blog? Não quero que meu blog seja vinculado a uma conta pessoal do Gmail. Preciso criar um endereço de e-mail dedicado ao blog. obrigado :)

    Responder
  5. Robert

    Olá, equipe do Howtohosting,
    você escreveu muito conteúdo! Então obrigado, para iniciantes.
    Eu não sabia por onde começar, mas continuei lendo mais e mais e entendi a essência disso, eu acho que. Que bom que você tem fotos e partes do tutorial e esse tipo de coisa. Gostei especialmente da dica NÃO CLIQUE no “Desencoraje os motores de pesquisa de indexar” papel – Eu estava rindo de como foi formulado, mas me perguntei o que exatamente isso faria – você me fez verificar isso.

    Você fez isso como uma espécie de enciclopédia, que eu gosto, mas para ser honesto, Eu não acompanhei tudo… demasiado longo, lol, mas você pode dar mais exemplos sobre o que é conteúdo de qualidade, além de guias de instruções e notícias? Agora, Eu tenho um site quase totalmente funcionando, então essa é a minha pergunta – um pouco sobre bom conteúdo. O que o torna bom? Os backlinks são tão importantes e se eu pagar por isso é uma má estratégia?

    Esperando por uma resposta,
    Seu novo fã,
    Robert

    Responder
  6. Tsetso Mikhailov

    Ei, Robert!
    Que bom que ajudamos!

    Para seus pontos:

    O conteúdo de qualidade deve ser escrito com frases significativas, que melhor ajuda seu público. Por exemplo, voce esta vendendo carros – não escreva apenas as especificações dos carros, mas uma história mais detalhada sobre cada veículo.

    O que torna o conteúdo bom é quando você o torna envolvente. Faça, para que seus usuários com certeza queiram e precisem ver esse conteúdo em seu site e que isso os ajude. assim, se aplica a qualquer tipo de site, aqueles acima foram apenas alguns exemplos.

    Backlinks, links internos e outros links de informações úteis são importantes, mas não pague por eles. Como um iniciante, você tem muito a construir e com um site rápido e bom conteúdo (Veja o que eu fiz lá, haha), os links virão eventualmente.

    Pagar por links pode ser bom e ruim. Se você paga alguém para estar em sua página, que pode ser benéfico e ético. Mas, como pagar por milhares de links para acessar seu site como um falso impulso em um curto período de tempo, é ruim e você definitivamente não deve fazer isso.

    Atenciosamente, da equipe HowToHosting.guide!

    Responder
  7. Tsetso Mikhailov

    sim, BenEC, você deve criar outra conta de e-mail para o blog.
    Você sempre pode alterar os e-mails, então não se preocupe aí.

    Responder
  8. Ping Zhen

    É realmente obrigatório usar o Email Outreach?, Isso ajudará com usuários que retornam regularmente?

    Responder
  9. Nela

    Há algo que estou pensando.. é possível usar o wordpress apenas para a criação de um blog e, em seguida, transferir o blog para o meu site wix? Estou apenas tentando encontrar a melhor opção para combinar wordpress e wix… desde já, obrigado!!

    Responder
  10. Máx.

    Obrigado! Such an awesome article!
    It is great that guides like these exist to help users to reach their goals and WordPress is definitely the platform I would use

    Responder

Deixe um comentário

seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *

Este site é protegido pelo reCAPTCHA e pelo Google Política de Privacidade e Termos de serviço Aplique.